MITOS SOBRE A TRADUÇÃO




 

É comum ouvir: “ah, é só traduzir!”, “Google também faz”, “não entendo por que você demora tanto, é só ler e escrever”.

Contudo, é uma realidade que enfrentamos no trabalho com tradução, especialmente quando nosso interlocutor é novo ou um potencial cliente que nunca teve contacto com tradutores profissionais.

 A actividade de tradução está cheia de mitos que são próprios do segmento. No final do dia, traduzir é comunicar, e comunicar é inerente ao ser humano, então, não deveríamos nos surpreender com esses comentários.

 

Qualquer um pode traduzir

É importante entender que uma pessoa que possui habilidade de uma língua estrangeira não está automaticamente habilitada para:

  •  Ensinar uma língua;
  •  Interpretar uma língua, seja em modalidade simultânea ou consecutiva
  • Analisar uma língua
  • Traduzir uma língua.

 

Traduzir uma língua

A tradução é umas das actividades mais complexas e técnicas no universo das Letras, pelo facto de ser aplicável a qualquer campo do conhecimento e do mercado.

Arrisco-me a dizer, também, que é a mais práctica e a que tem um campo de trabalho maior fora das salas de aulas de graduação na área.

Quem traduz é um especialista em linguística contrastiva nas línguas com as que trabalha. Não quero só me referir à gramática — indispensável, porém, é apenas uma parte do todo —, mas também ao ambiente cultural de origem de uma língua. Da mesma forma, quem traduz é especialista do ponto de vista técnico e estilístico da língua de destino e entende que o texto traduzido deve ser compreensível e relevante para o leitor final.

A máquina traduz tão bem quanto o ser humano

Desde sua primeira concepção, o propósito da tradução feita pela máquina (machine translation) foi substituir o ser humano, com o objectivo de gerar textos da forma mais rápida possível.

 Sem dúvidas, o desenvolvimento da tecnologia e o equilíbrio cada vez maior entre sintaxe e semântica fizeram com que a tradução assistida por computador tenha se assemelhado mais ao trabalho desenvolvido pelo humano. Cada vez mais próxima, mas não tanto quanto seria o necessário. 


Endereço electrónico: straducoes@dr.com ou straducoes@yahoo.com

Chamadas telefónicas: +(248) 84 488 0994

Whatsapp: +(258) 86 848 0999

Sem comentários

Imagens de temas por Jason Morrow. Com tecnologia do Blogger.