Oficial Clinico da Brigada Móvel de População Chave

A FGH está a recrutar um Oficial Clinico da Brigada Móvel de População Chave (m/f) para Nicoadala, em Moçambique. Funções • O Oficial Clinico da Brigada Móvel de População Chave será responsável pela gestão da brigada móvel especifica para a identificação e provisão de cuidados e tratamento para HIV para população chave, incluindo: • Em coordenação com os actores comunitários (AC), promover actividades para mobilização comunitária e criação de demanda para os serviços oferecidos na brigada móvel • O mapeamento das zonas quentes a nível do distrito • Preparação e gestão dos recursos para a brigada móvel de população chave nomeadamente: (i) humanos (identificação do pessoal e responsabilidades de cada integrante), (ii) materiais e insumos (carro, combustível, medicamentos, testes/consumíveis, vacinas, etc.) e instrumentos de monitoria e avaliação • Provisão de tutoria clínica para provedores de cuidados e tratamento para HIV • Coordenação do processo de formação e actualização de novas abordagens pertinentes a componente de brigadas moveis para população chave de acordo com as orientações do MISAU • Acompanhar visitas de seguimento da implementação com SDSMAS, DPS, MISAU e doador • Participar na elaboração e analise de relatórios de desempenho programático


Requisitos • Técnico de Medicina geral ou similar • Mínimo de 3 anos de experiência clinica em locais de recursos limitados e prática clínica com pacientes HIV+ • Proficiência em Português escrito e falado • Habilidades em liderar, dirigir e treinar pessoal na implementação de programas de cuidados e tratamento clínicos de HIV • Conhecimento dos protocolos nacionais • Conhecimentos sólidos de programas Word, Excel, PowerPoint, sob a óptica de utilizador • Proficiente em português. Inglês será uma vantagem Notas • Apenas serão contactados os(as) candidatos(as) pré-selecionados(as) na base dos documentos apresentados. FGH reserva-se o direito de fechar o processo antes do prazo se tiver identificado o candidato ideal • A FGH não cobra quaisquer valores aos candidatos a emprego, e distancia-se veementemente deste tipo de prática. Denuncie através do número 800 660 660, é grátis

1 comentário:

Imagens de temas por Jason Morrow. Com tecnologia do Blogger.